Prezados, tudo bem?


Hoje (20/11/2014), me deparei com um trailer fantástico.  E não poderia deixar de vir compartilhar com vocês.

Não sei se a noticia ainda é novidade para vocês (para mim é muita novidade), mas aqui vai:

Cinderela!



Com estreia no cinema programada para Março de 2015, Cinderela da sequencia aos planos da Disney de recriar no cinema todas as suas fábulas.

Você conhece a história de Cinderela?

“Cinderela é a única filha de um fidalgo enviuvado. Quando o fidalgo morre, Cinderela é deixada sob os cuidados de sua madrasta, Madame Tremaine. A madrasta, ao invés de cuidá-la como fosse sua própria filha, faz de Cinderela uma criada em sua própria casa. Suas próprias filhas, Anastásia e Drizella, por sua vez, são tratadas com todo o mimo e o luxo. Os anos passam e Cinderela se torna uma jovem bela e bondosa, mas ainda é subjugada pela madrasta e suas filhas. Seus únicos amigos são os animais: os ratinhos e os passarinhos, além do cachorro Bruno e um cavalo, Major. Porém, um dia, uma coisa boa acontece à Cinderela: a família é convidada para um baile no palácio. O Rei está preocupado com o futuro do príncipe e ordenou que todas as jovens solteiras comparecessem, para que o filho escolha sua noiva dentre elas”.

Bom, Cinderela como todas as moças solteiras, vai querer ir ao tal baile e, é aí que os problemas da nossa heroína “disneylandiana” (acabei de inventar essa palavra), aumentam.

Agora, é só esperar o filme e ver o que acontece, ok?

O filme, pelo trailer, que você pode conferir aqui, esta prometendo momentos de muita diversão, aventura, ação e romance. Aproveitem e dê uma olhada nesse teaser.

Continuando...

Nos últimos anos, a Disney fez um esforço para mostrar nas telas heroínas que são fortes, independentes e de personalidade, como acontece em Valente, Frozen e Malévola.
Cinderela não será diferente como diz o diretor Kenneth Branagh:
Acho que ela é inquestionavelmente forte. Nossa Cinderela é romântica, claro, e poética. Ela é definida pelo tipo de amor e alegria que seus pais vivenciaram e que ela gostaria de ter, mas também de compartilhar. Ela tem um coração muito generoso, olha para os outros com compaixão. E tem um tipo diferente de rebeldia, se rebela de uma forma própria, é uma resistência não-violenta. Ela é engraçada, irreverente, bobinha às vezes, mas não simplória.”




Quem viverá a Ciderela no cinema é Lily James
  





Cate Blanchett vive a madrasta má.




Helena Bonham Carter interpreta a fada madrinha.


Richard Madden é o príncipe encantado.


Bom, eu, nos altos dos meus 37 anos, estou ansioso pela estreia do filme. Confesso que gosto desses contos de fábulas, ainda há uma criança em mim.

Bom, pessoal, beijos e abraços, até a próxima. 





Comente com o Facebook:

Deixe um comentário