BTOOOM! 
Autor:  Junya Inoue
Editora: JBC
Classificação etária: 18 anos















Btooom! é um jogo on-line de PC, onde jogadores de todo o mundo formam equipes e duelam entre si até todos os integrantes de uma das equipes, formadas por 8 integrantes, morrerem. Como armas, usam apenas bombas, de diferentes tipos e efeitos, chamadas Bins. Algumas são de tempo, outras de contato, voadoras, etc.


Ryota Sakamoto tem 22 anos e é um dos melhores jogadores. Tanto, que a empresa responsável pela criação e produção de Btooom! o seleciona para ser uma das pessoas que ficam testando o jogo à procura de defeitos. A única coisa que recebe em troca disso, é a promessa de que no futuro a empresa o irá contratar. Enquanto espera, Ryota passa os dias conectado no jogo.

A mãe de Ryota não aguenta mais vê-lo sem trabalhar, preso no computador, em um jogo que ela acha idiota e não compreende. Os dois não se entendem e vivem brigando. Até o dia em que Ryota acorda pendurado em uma árvore por um paraquedas. Quando se liberta, descobre que está em uma ilha tropical com uma mochila cheia de bombas. Confuso, sem conseguir se lembrar de como chegou naquele lugar, ele logo é atacado por um homem que também possui bombas. Enquanto se defende, Ryota compreende que as bombas são do mesmo tipo dos bins do jogo Btooom!. Assim, usando a experiência que tem, tenta se defender e convencer seu agressor a conversar e desistir do ataque. Quando toma consciência de que isso não vai acontecer, ele bola um plano e consegue matá-lo.


Vagando pela ilha ele conhece Kiyoshi, um senhor de 51 anos, que também está na ilha. Descobre então que os dois e muitos outros foram sequestrados e levados para aquele lugar com o objetivo de se enfrentaram. A única chance de saírem com vida, é matarem oito jogadores. Também descobrem o motivo de terem sido escolhidos, mas vou deixar em aberto, porque, de certa forma, é uma surpresa.

Essa é a premissa básica de Btooom!, o novo mangá que a JBC começou a publicar há alguns meses. O duelo entre pessoas em uma região isolada não é novidade, pelo contrário. Existem outros mangás, filmes e séries com o mesmo tema, por isso você deve estar se perguntando: por que iria ler? Eu fiz essa mesma pergunta, e confesso que só comprei o primeiro número, porque simpatizei com a capa e com a protagonista feminina, Himiko, que só aparece no final do segundo volume. E não me arrependo, porque existe, sim, um pequeno, mas importante diferencial que me conquistou: o relacionamento entre Ryota e Himiko.

O casal é retratado com uma química e um carinho no relacionamento que é muito bonito. Eles não apenas se sentem atraídos, mas se respeitam de uma forma comovente. E, com o passar da história, fazem sacrifícios para manterem um ao outro vivos, sem se importarem com a própria segurança.

No começo, quando se conhecem, Himiko, devido a um trauma que é explicado aos poucos, não confia e tem medo de Ryota. A forma como o rapaz vai conquistando a confiança dela, e as tiradas que ela dá nele nesse mesmo tempo, são muito engraçadas. A simpatia que se sente pelos dois é quase imediata.


As batalhas e os momentos de tensão, bem com os desenhos, são muito bons e criam bastante expectativa. Por ser um mangá para maiores de 18 anos, irá encontrar vários quadrinhos com corpos mutilados e muito sangue em preto e branco. Qualquer personagem pode morrer, e isso é a única coisa que me deixa apreensivo, porque torço muito para que o casal principal se mantenha vivo.


Btooom! começou a ser publicado no Japão em 2009 e possui 14 volumes compilados. No Brasil, estamos no número 9, mas ainda é possível encontrar os outro 8 nas Comic Shops ou bancas especializadas.


Também existe um anime que começou a ser exibido em 2012 e é bastante fiel ao mangá. A primeira temporada está completa e termina em um dos melhores e mais românticos momentos entre Ryota e Himiko. <3


Comente com o Facebook:

2 Comentários

  1. Nunca me interessei por mangá, mas você me deixou com vontade de ler esse! Adorei as capas, e já me identifiquei com a história, vou procurar e ver se leio em breve! Bjokas....
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anya!
      Já ganhei a resenha só por convencer você a dar uma chance ao mangá :D
      Obrigado pelo comentário!

      Excluir