Título: Metrovinos: A origem (série Redenção)
Autor: M. A Costa
Páginas:20


Sinopse: Este conto narra as primeiras 72 horas após o Grande Terremoto de Xangai em 2108. Conta a luta pela sobrevivência de um homem aprisionado nos escombros. Escombros que se tornariam a morada de milhares de chineses contribuindo para uma sociedade que 300 anos depois seria denominada ‘metrovina’.  (Skoob)







 Esse é a primeira vez que resenhamos um conto aqui no MLW. Por isso fico empolgadíssima de dizer que é uma esse foi um belo começo.
  Essa história conta as origens dos "Metrovinos" uma sociedade que é nos apresentada no livro Redenção: Legionella, do mesmo autor. O conto começa de forma rápida e já fazendo descrição do Grande Terremoto de Xangai, mostrando toda a devastação, o medo, a luta e o egoísmo humano para alcançar a sobrevivência.

"No centro da Cidade Velha o tremor veio como um dragão furioso acordando que,descobrindo estar acorrentado,rugiu e rasgou a Terra para dar espaço a sua escapada."

" O instinto de sobrevivência é o mais poderoso dos instintos humanos e, também o mais egoísta."

  Vemos então, um sobrevivente. Ele acorda dentro do metrô em ruínas, e em meio há muitos mortos.  Atordoado caminha entre os destroços e inicia a luta para achar a saída. No subterrâneo escuro, ele encara as dificuldades: Lugares destruídos pela catástrofe, a dor, o desânimo...
  Nas poucas vinte páginas, Costa, traz um história rápida, emocionante e que nos faz refletir sobre o personalidade humana. Como podemos ser egoístas em meio ao desespero, ou solidários com desconhecidos. Como, mesmo pessoas comuns, podemos enfrentar desafios e vencê-los apenas pela decisão de seguir em frente.
  Durante a narrativa, em nenhum momento é citado o nome do personagem. O que foi um surpresa para mim, por que de fato só notei esse detalhe quando se aproximava do fim, onde é revelado o nome do dito sobrevivente, que vem a ser um bom trocadilho que se encaixa perfeitamente na origem dos metrovinos.
  Certamente, preferia ler esse conto depois de já ter lido Redenção: Legionella, embora isso não altere muita coisa. O conto é muito bom, e para quem ainda não leu o livro, não vem a ser um problema.
  O autor fez uma bela narração. sendo conciso e conseguindo passar as emoções do personagem para o leitor a medida que se avança na leitura.
   Esperando ansiosa pelo livro...



Antes de encerrar esse post, vou falar um pouco sobre o autor. Por que agora ele é parceiro do MLW! \O/



O Autor




Redenção – livro um: Legionella, é livro de M.A.Costa, um apaixonado pelos gêneros ficção científica e terror.
Desde sua adolescência seus heróis e modelos de comportamento e pensamento têm sido escritores - aqueles que são idealizadores de universos paralelos, visionários de futuros próximos e distantes, transformadores do impossível em plausível.
M.A.Costa é frequentador da escola de H.G.Wells, Isaac Asimov, Arthur Clarke e Stephen King apenas para citar alguns. Na série Redenção, o autor dá asas à sua imaginação mais “doentia”, ao escrever de forma cuidadosa e moderna, uma história recheada de suspense e ação, que prevê um futuro que reflete ao mesmo tempo o que há de pior e o mais nobre na natureza humana.







A Obra




Sinopse: Caos, ódio e morte voltam a bater à porta da humanidade. No século XXVI, um grupo racista desenvolve uma super bactéria que mata seletivamente. Caberá a Peter Brose, político jovem, influente e bem intencionado, o desafio de salvar a humanidade de sua autodestruição. Entretanto, sua experiência de vida não o
preparou para os fatos deploráveis que se seguirão.
Legionella, primeiro livro da série Redenção, dá o pontapé inicial nesta trilogia de ficção científica com muita ação, suspense e imaginação. Ao mesmo que o mundo idealizado pelo autor tem a plausibilidade como principal característica, os personagens que nele habitam são únicos, e os caminhos que a obra segue são marcados pelo inesperado.
Além de entreter, a obra de M.A. Costa leva o leitor a refletir sobre a essência humana e os caminhos que a humanidade insiste em seguir, apesar de sua privilegiada capacidade de evolução como espécie e de cada um de nós como indivíduo.





Links Importantes








Comente com o Facebook:

9 Comentários

  1. Olá, tudo bom?
    Eu conheço o livro que vem logo após esse conto, mas não conhecia o conto. Amo ler contos, leituras rápidas e leves. Esse parece muito bom, o livro do M.A Costa está na minha lista a um tempo e estou super ansioso para ler.

    Que venha mais resenhas de contos \o/
    Beijos,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Tenho que admitir que esse é uma das poucas resenhas de contos que eu fiquei interessada em ler.
    Adorei de verdade e quero ler Redenção, acho que vou ler redenção primeiro e depois ler o conto mesmo kkkk,
    Ameiii a resenha.
    beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
  3. Achei beeeeeeeeem legal que o blog dedicou um espaço não apenas para contos, mas também para um autor nacional. Fiquei interessado na série, pois o cara não apenas parece sacar da ficção científica mas como também tem boas referências literárias no gênero.

    ResponderExcluir
  4. Olha tenho que confessar que não conhecia o livro, mas eu achei bastante interessante a trama da história e fiquei curiosa. Adorei tudo que vocês falaram sobre o livro e espero ter a oportunidade de fazer a leitura quando puder. Porque olha eu estou com uma pilha enorme aqui de leitura e tá me deixando maluca e sempre aparece coisa nova fazendo com que a gente queira mais hahahahaha...Mas mesmo assim amei.
    E olha mudando de assunto, fiquei bastante curiosa, mas como vocês duas são realmente parecidas em ? São irmãs gêmeas e uma é carinha da outra mesmo. Porque tem gêmeos que não são identicos. Karamba. adorei a foto de vocês =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-amarantha.html

    ResponderExcluir
  5. Olá, não conhecia o livro e nem o autor, mas achei a premissa do conto bem interessante, então com certeza o livro tem um enredo bem bacana. Não sei se leria, mas com certeza anotei a dica e quem sabe dou uma oportunidade.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro nem o autor, mas gostei de ler a resenha desse conto! Achei a premissa da história bem interessante e vou procurar saber mais sobre o livro dele para ver as opiniões a respeito da obra!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  7. olá,
    Ai eu queria muito ler Redenção, vejo tantos comentários bons que só fico mais animada para comprar, já esse conto eu não conhecia e parecer ser bom, mesmo eu não gostando de contos únicos, esse talvez eu vá gostar.

    http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie!

    Ainda não conhecia o autor e seus livros mas curti bastante a premissa e o clima do conto. Gosto desse tipo de leitura e contos são uma ótima pedida para dias corridos, ou após uma leitura pesada.
    Quero muito conhecer e ler Redenção! Otima dica.

    Beijos!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o autor. Gostei bastante da capa e seus elementos. Mas sinceramente não me agradou a premissa. Mas o fato de ter um conto eu acho super bacana.
    Beijos
    http://mytinybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir